Cultura Urbana
Multiculturalidade
Muro de pintura livre
Sustentabilidade
BORDALO II
Coletivo RUA
CRACK KIDS
D*FACE
FAHR021.3
IAmEelco
Jacqueline de Montaigne
João Varela
Juan Jose Surace
KRUS
LOS PEPES
Mabel Vicentef
METIS
MOTS
NARK
ODEITH
Pedro Podre
Rita Cabaço
Rocket01
Stom500
Thiago Mazza
Thunders Crew
TRAFFIC
V4 Fat Heat
V4 Mikolaj Rejs
V4 PAUSEr
V4 RCLS
Zurik
Exposição
Instalação
Intervenção
Visita Guiada
Workshop
ODEITH

Biografia

MURO LX_2021

portfólio

Image

Odeith nasceu em 1976, na Damaia (Portugal). Teve, pela primeira vez, nas mãos numa lata de spray em meados dos anos de 80, mas foi na década seguinte, quando o graffiti se começou a disseminar em Portugal e a surgir fora do seu berço – Carcavelos - que teve o primeiro contacto com o graffiti e com o movimento que se iniciava. As suas primeiras experiências foram realizadas na rua e em linhas de comboio e, desta forma, a paixão que sempre tinha mostrado pelo desenho encontrou um novo sentido e pôde começar a desenvolver-se. Passado pouco tempo, surgiram oportunidades para pintar grandes murais na Damaia, em Carcavelos e em diversos bairros sociais, entre os quais, a Cova da Moura, o 6 de Maio e Santa Filomena.

 

Desde cedo, revelou um interesse especial pela perspetiva e pela sombra, num estilo obscuro que veio a designar “3D sombrio”, onde as composições, quer fossem paisagens ou retratos, mensagens ou homenagens, se destacavam pelo seu realismo e técnica.

 

Foi, em 2005, reconhecido a nível internacional pelas inovadoras incursões na chamada  anamorphic art, onde se destacou pelas composições criadas em perspetiva, pintadas em diferentes superfícies, como esquinas de 90º ou da parede para o chão, criando um efeito de ilusão ótica.

Em 2008. decide encerrar as portas do seu estúdio de tatuagens (inaugurado em 1999), para ir trabalhar para Londres.

 

Atualmente, de regresso a Lisboa, assumiu a pintura como atividade principal, tendo criado murais para empresas nacionais e internacionais, como a London Shell, a Kingsmill, o Sport Lisboa e Benfica, a Coca-Cola, a Estradas de Portugal, a Samsung, a Câmara Municipal de Lisboa, a Câmara Municipal de Oeiras, entre outras.

Dos eventos onde participou, destacam-se: Meeting of Styles (Alemanha), Museum of Public Art (Louisiana, EUA), MuBE – Museu Brasileiro da Escultura (São Paulo, Brasil), 1ª Bienal del Sur (Panamá), 2º Aniversário do Museu Coleção Berardo, entre outras.

Intervenção
Image

Local: 

Passeio do Tejo
38.755954,-8.964135

Sinopse: 

Pilar da ponte Lisboa A palavra Lisboa será ali pintada com um estilo tridimensional, sem chocar muito, simulando a presença de umas letras de pedra na ponte

Exposição
ImageImage

Info: 

Gare do Oriente
38.767842,-9.099345

Sinopse: 

Obliquity


“A ideia aqui é ter umas peças anamórficas, como aquelas que costumo fazer em espaços abandonados, que normalmente só são vistas na internet ou nas redes sociais. Só quem consegue encontrar uma fábrica abandonada onde eu tenha pintado é que consegue ver a obra ao vivo. A exposição tem um bocadinho de tudo: insetos, carros, umas caveirinhas de animais…. Haverá sinalização no chão, onde as pessoas terão de se situar para conseguirem ver a tridimensionalidade da peça. Convém que as pessoas tragam o telemóvel, porque a maior parte dos efeitos só são vistos com uma câmara. Para além desta exposição, também vou intervencionar um pilar da Ponte Vasco da Gama com a palavra LISBOA que também será pintada com um estilo tridimensional, sem chocar muito, simular que estão umas letras de pedra na ponte.”

Biografia

MURO LX_2021

portfólio

Image
ImageImage